Sobre a NoveSete

Lidia Yogui

QUE COBRA!

Ouvi dizer que a cobra
é comprida desse jeito
porque adora uma fofoca.

Quem cochicha o rabo espicha,
quem cochicha o rabo dobra
de tamanho, Dona Cobra!

Bem que eu já desconfiava
que ela era linguaruda.
Bem que eu já desconfiava
que ela era venenosa.


Leo Cunha do livro 'Piolho na Rapunzel'

Visitar uma livraria bacana tem se tornado um programa costumeiro de muitos pais. As crianças folheiam edições, brincam e participam de atividades das mais diversas.

 

No meio do caminho entre uma megastore e uma pequena loja de bairro, a Livraria NoveSete, na Vila Mariana, pode ser incluída na lista de agradáveis passeios do gênero. Inaugurado por Gislene Gambini, que trabalhou nas editoras Nobel e Global, o endereço dedicado à literatura infantojuvenil tem cerca de 400 metros quadrados e sobressai pela organização.

 

Seus mais de 8.000 títulos são separados por assunto, num total de quinze seções. Algumas delas: poesia, mitos e lendas, música, teatro, quadrinhos, contos de fada, culinária infantil e uma área exclusiva para Monteiro Lobato.

 

Na parte da frente ficam as estantes, o Café Literário Club - com bebidas quentes, salgados, doces e pequenas refeições - e um gostoso deque onde a garotada pode ler (ou apenas se divertir virando páginas).

 

A decoração exibe graciosos móbiles e bonecos de papel machê que já enfeitaram as unidades Paulista e Belenzinho do Sesc. Eles foram criados pelas artistas plásticas Gigi Manfrinato e Sandra Lee.

 

Nos fundos, chama atenção o galpão com um grafite dos artistas Vitché e Jana. O local, com capacidade para acomodar 100 pessoas, costuma receber narrações de histórias, peças de teatro e oficinas todos os sábados, com eventos gratuitos.

 

Resenha por Clara Nobre de Camargo, Veja São Paulo.

 

 

 

 

Pág. 97

Quando você chega na “página noventa e sete”, há brinquedos de outrora, adultos de amanhã, crianças do agora.  Se nota que estão num pátio ensolarado, embalados por criadores de estórias, dobradores de papel, pintores de máscaras, fazedores de conta.

 

Não parece ser uma livraria, mas, olhe mais de perto! Dispostos em prateleiras que até a menor das mãos pode alcançar, estão eles, os livros! E, em cada volume, um encontro inesperado. São heróis e princesas, saci-pererê, a pipa no alto, uma galinha no asfalto.

 

Tamanduá, bandeiras de aqui e acolá, um carro falante,  a vaca assustada, um garoto brincante. Uma velha magrela, três gotas de chuva, um sabiá na janela. Na janela que se abre quando abro na página noventa e sete.

 

Tati B. Garcia, escritora

Livraria NoveSete. Rua França Pinto, 97, Vila Mariana, São Paulo-SP. CEP 04016-030. Fone: (11) 5573-7889